.
Dança de Salão Interacto


mural - Artigos

:: Dança de Salão e Qualidade de Vida: uma visão profissional

Atividade física de intensidade moderada como a dança de salão, principalmente quando praticada com regularidade mínima de três vezes por semana proporciona benefícios inestimáveis para a saúde de seus praticantes. Em raras questões a ciência tem sido tão unânime.

 

Verdade: tudo na vida é movimento. O homem nasce, cresce, decresce e morre; “pelo menos vou dançar até o fim”;

 

Mito: vou ficar quietinho no meu canto e nada vai me acontecer; suas articulações vão perder mobilidade, seus músculos vão se enfraquecer, sua atividade cerebral vai diminuir e sua vida sexual... Deixa pra lá.

 

Se perguntarmos a um profissional de educação física qual é a melhor atividade para a saúde, se um dia ele tiver dançado, certamente responderá, dança de salão. Todos aqueles benefícios tão citados em qualquer artigo do gênero são também conquistados através da dança, porém ao bailar a dois estimulamos também a sensualidade e a própria sexualidade, fatores que simplesmente garantem a existência de nossa espécie.

 

Quer mais? O homem e a mulher que dançam são mais charmosos, confiantes e bonitos, adquirem maior controle de suas ações músculo-articulares e assumem uma postura mais decidida diante dos desafios da vida. A atividade cerebral aumenta, pois constantemente somos estimulados ao pensamento criativo e este leva-nos a novas descobertas e à superação de limites. Dançar, principalmente com trocas de pares é uma excelente atividade social que resgata o prazer e o potencial mágico do abraço. Ah! O abraço. Abraçamos nossas carreiras, projetos, bens materiais, dinheiro. Abraçamos tantas coisas que não nos sobra braços para o abraço que nos faz seguir em frente. Lembro-me do aluno bolsista que emocionado relatou-nos que então com trinta anos, não se lembrava do dia em que tinha dado e recebido um abraço da própria mãe. Bem, após tê-lo experimentado na dança de salão, encheu-se de coragem e aos prantos, compartilhados com sua mãe, repassou trinta anos em trinta minutos de um abraço terno e resgatador. Ele nos conta que agora todos os dias a beija e abraça muito e que ambos estão muito felizes.

 

“Transformar para melhor a vida das pessoas através da dança” é o nosso sonho e nós realmente acreditamos. Somando minhas experiências de dezoito anos como profissional de educação física, doze como professor de dança e ainda respaldado pela ciência, sinto-me confortável em afirmar que a dança de salão, praticada com regularidade mínima de duas a três vezes por semana, promove os maiores e melhores benefícios para a saúde física, mental e emocional de seus praticantes.

 

Ivan Ribeiro Antunes

CREF - nº 003208-G/SP





Voltar
Dança de Salão São Paulo | Zona Norte | Casa Verde
Escola de Dança: aulas e cursos de dança de salão